Turismo e Viagem

Funjope inicia montagem para o Festival de Quadrilhas

Apresentações irão acontecer entre os dias 6 e 15 de junho no Ponto de Cem Réis

Funjope inicia montagem para o Festival de Quadrilhas

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) começou, nesta terça-feira (3), a montar a estrutura para a realização integrada do Festival Municipal e de uma das etapas do Estadual de Quadrilhas, que acontecem de 6 a 15 de junho, no Ponto de Cem Réis. Quarenta e oito agremiações, sendo 24 da Capital e 24 das demais cidades paraibanas, entram no pavilhão junino na disputa pelo ranking e premiação.

Uma área de 750 metros quadrados contemplará um pavilhão coberto para as apresentações, três arquibancadas com capacidade total para 7 mil pessoas, espaço de acessibilidade e para idosos (150 cadeiras), tendas para a concentração das quadrilhas e palcos para trios de forró e jurados. Sessenta banheiros químicos ficarão distribuídos pelo perímetro da festa, da Praça 1817 até a Rua Visconde de Pelotas. O acesso, gratuito, será facilitado por quatro entradas dispostas em cada vértice do quadrilátero e controladas por detectores de metais.

O XVIII Festival Municipal de Quadrilhas será realizado a partir desta sexta-feira (6) até 10 de junho. Nos dias 6 e 7, se apresentam as classificadas pelo grupo A e de 8 a 10, as do grupo B. Já do dia 11 a 15, o mesmo local sediará uma das fases eliminatórias do Estadual. Uma média de cinco apresentações por noite agitará a arena a partir das 20h, com meia hora de passagem cronometrada para cada agremiação.

“Todas as quadrilhas serão julgadas conforme seis critérios: marcador, coreografia, conjunto, figurino, trio pé-de-serra e casamento matuto”, enumera o presidente da Liga das Quadrilhas Juninas de João Pessoa e da União Nordestina das Quadrilhas Juninas (Unej), Edson Pessoa.

As três mais bem colocadas do grupo B sobem, enquanto que as três menos cotadas da “primeira divisão” serão rebaixadas. As premiações são de R$ 8 mil, R$ 7 mil e R$ 5 mil para os três primeiros colocados do grupo A e de R$ 6,5 mil, R$ 5,5 mil e R$ 4,5 mil para o pódio do grupo B. “As quadrilhas vertem toda a graça na junção de dança, música e expressividade dramática. E unir dois festivais em um mesmo palco será um privilégio aos olhos do visitante”, espera o diretor-adjunto da Funjope, André Coelho. 

 

Click Verdade, com assessoria

Comentários