Paraíba

Energia Elétrica ficará quase 40% mais cara em Campina Grande e região

Cidades na Paraíba terão reajuste de 39,77% na tarifa de energia elétrica

Energia Elétrica ficará quase 40% mais cara em Campina Grande e região

Cinco cidades na Paraíba terão reajuste de 39,77% na tarifa de energia elétrica. As cidades são Campina Grande, Boa Vista, Lagoa Seca, Fagundes e Queimadas, que são atendidas pela Energisa Borborema Distribuidora de Energia S/A.

Cerca de 195 mil unidades consumidoras serão atingidas pelo reajuste que foi aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Segundo a própria Energisa Borborema, os clientes atingidos são os consumidores residenciais de zonas urbanas e rurais. Para a indústria e o comércio o reajuste será ainda maior: 40,19%. Já para a indústria de alta tensão, o aumento será de 38,62%.

Entre os fatores que teriam colaborado para o reajuste autorizado pela Aneel estariam os custos que a distribuidora teve com a compra e transporte de energia, além de pagamento de encargos setoriais.

Segundo o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, a alta nas contas de luz deverá pagar os empréstimos feitos pelas distribuidoras no ano passado. No caso da Energisa Borborema, o começo do pagamento dos empréstimos é responsável por 15,2% do reajuste repassado ao usuário.

Custos como atividade de distribuição, determinado pelo IGP-M, que tem influência da inflação. Também influenciam o preço a energia comprada, os encargos de transmissão, além de encargos setoriais.

A expectativa é que o aumento referente ao pagamento dos empréstimos seja retirado da tarifa depois de algum tempo. “Este aumento permanecerá por dois ciclos tarifários. Não se trata de um aumento permanente no custo. Isso vai permitir a amortização dos empréstimos”, concluiu Rufino.

 

Paraiba.com.br

Comentários