Economia

Balanço da Petrobras revela queda de 38% do lucro

Divulgação havia sido adiada por duas vezes devido à operação Lava Jato

Balanço da Petrobras revela queda de 38% do lucro

A Petrobras divulgou na madrugada desta quarta-feira o balanço com os resultados do terceiro trimestre de 2014. O documento aponta queda de 38% do lucro em comparação com o trimestre anterior - caiu de R$ 4,959 bilhões para R$ 3,087 bilhões. 

Em função das investigações da Operação Lava Jato sobre o esquema de corrupção na estatal, a divulgação do balanço havia sido adiada por duas vezes. Deveria ter sido apresentada no dia 14 de novembro, mas não teve autorização da empresa de auditoria, como determina a legislação do mercado de capitais.

Segundo o documento divulgado nesta quarta, no entanto, as baixas não estão associadas aos desvios de dinheiro da petrolífera.

A Petrobras atribuiu a queda do lucro às "maiores despesas operacionais, principalmente pela baixa dos valores relacionados à construção das refinarias Premium I e Premium II", instaladas no Maranhão e no Ceará.

O balanço acompanha um nota assinada pela presidente da Petrobras, Graça Foster. Ela justifica o atraso na divulgação dos resultados:

"Os depoimentos aos quais a Petrobras teve acesso revelaram a existência de atos ilícitos, como cartelização de fornecedores e recebimentos de propinas por ex-empregados, indicando que pagamentos a tais fornecedores foram devidamente reconhecidos como parte do custo de nossos ativos imobilizados, demandando, portanto, ajustes. Entretanto, concluímos ser impraticável a exata quantificação destes valores indevidamente reconhecidos, dados que os pagamentos foram efetuados por fornecedores externos e não podem ser rastreados nos registros contábeis da companhia."

O balanço mostra queda também do Ebitda, que é o indicador de geração de caixa. Apresentou baixa de 28%, de R$ 16,246 bilhões para R$ 11,735 bilhões. 

Enquanto isso, o nível de endividamento da empresa cresceu. O indicador dívida/Ebitda aumentou de 3,92 para 4,63 - a meta da presidente da Petrobras era atingir 2,5 até este ano. 

Prejuízo operacional

Seis dos sete segmentos de negócios da petrolífera tiveram prejuízo operacional, segundo o balanço divulgado na madrugada desta quarta-feira. O setor de abastecimento teve perdas de R$ 5,180 bilhões. 

A área de Gás&Energia somou R$ 271 milhões de prejuízos e a de biocombustível registrou perdas de R$ 89 milhões. 

O setor de Exportação&Produção foi o único que apresentou saldo positivo: teve lucro líquido de R$ 10,131 bilhões. Ainda assim, o valor é 6% menor do que o registrado no trimestrde anterior.

Band Notícias

Comentários