Concursos e Emprego

Ministério Público deve ampliar número de vagas para concurso

O edital que trará as regras do certame será divulgado nos próximos dias

Ministério Público deve ampliar número de vagas para concurso

O número de vagas para o concurso público do Ministério Público da Paraíba (MPPB) poderá ser ampliado. Esta possibilidade está sendo analisada pela Procuradoria Geral de Justiça (PGJ). O edital que trará as regras do certame será divulgado nos próximos dias e as provas serão realizadas no mês de junho deste ano. 

A previsão de aumento do número de vagas foi confirmada pelo procurador-geral de Justiça, Bertrand de Araújo Asfora, durante reunião administrativa do MPPB. "O andamento dos preparativos para o concurso não vai ser prejudicado. O número de vagas oferecidas continua de 38 e o aumento dessas vagas viriam depois, do cadastro de reserva".

"Estamos na fase de negociação para posterior confecção e publicação do edital", acrescentou o servidor Marcos Vinícius Ferreira Cesário, diretor administrativo do MPPB e integrante da comissão do concurso. 

O conteúdo programático já foi definido e será divulgado no edital. Todas as vagas, as 38 que estarão no edital e as que surgirão da ampliação anunciada e que seguirão o cadastro de reserva, são para as Promotorias de Justiça do interior do estado.

Distribuição de vagas - O MPPB havia divulgado anteriormente que o concurso iria oferecer 38 vagas, sendo dez para a área de tecnologia da informação (cinco de nível superior e cinco de nível médio) e 28 de nível médio para atuação nas Promotorias de Justiça.

As 28 vagas de nível médio serão distribuídas por oito regiões: seis vagas na 2ª região; duas vagas na 3ª região; quatro na 4ª região; quatro para a 6ª região; duas na 7ª região; quatro na 8ª região; três na 9ª região; e três para a 10ª região. Dessas 28 vagas, três serão para área de diligência e apoio administrativo. Além disso, haverá cadastro de reserva para todas as regiões, exceto João Pessoa.

Em relação às dez vagas para a área de tecnologia da informação, as cinco de nível superior e quatro de nível médio serão para João Pessoa; uma de nível médio será para Campina Grande. O salário inicial dos cargos de nível superior será de R$ 4.940,25; já para os cargos de nível médio é de R$ 4.062,28; em relação aos cargos de nível médio (diligência e apoio), o salário é de R$ 3.341,29. Além dos salários, todos os servidores receberão auxílio alimentação no valor de R$ 900,00 e auxílio saúde de R$ 200,00.

Municípios que compõem cada região:

 

1ª Região: João Pessoa;

2ª Região: Cabedelo, Bayeux, Santa Rita, Lucena, Alhandra, Jacaraú, Mamanguape, Rio Tinto, Cruz do Espírito Santo, Caaporã e Pedras de Fogo;

3ª Região: Guarabira;

4ª Região: Mari, Alagoinha, Pirpirituba, Pilões, Serraria, Remígio, Cuité, Picuí, Areia, Solânea, Araruna, Bananeiras, Belém, Caiçara, Barra de Santa Rosa, Pilar, Sapé, Gurinhém, Itabaiana;

5ª Região: Campina Grande;

6ª Região: Prata, Sumé, Serra Branca, São João do Cariri, Cabaceiras, Boqueirão, Queimadas, Aroeiras, Juazeirinho, Umbuzeiro, Monteiro, Ingá, Alagoa Grande, Esperança, Pocinhos, Soledade, Alagoa Nova e Taperoá;

7ª Região: Patos;

8ª Região: Malta, Princesa Isabel, Itaporanga, Piancó, Brejo do Cruz, Catolé do Rocha, Santa Luzia, Teixeira, Coremas, Pombal e São Bento.

9ª Região: Sousa

10ª Região: Cajazeiras, Uiraúna, São João do Rio do Peixe, São José de Piranhas, Bonito de Santa Fé e Conceição.

Tambaú 247

Comentários