Concursos e Emprego

Inscrição para concurso da PF abre hoje

Veja dicas da prova

Inscrição para concurso da PF abre hoje

São Paulo - Começam hoje as inscrições para o esperado concurso de agente da Polícia Federal. A partir de agora, começa a maratona de estudos para quem se interessa pela carreira.

A seleção será feita em 5 etapas: prova objetiva, prova discursiva, exame de aptidão física, exame médico e exame psicológico. As provas são de caráter eliminatório e classificário e estão marcadas para o dia 21 de dezembro. Os três exames (aptidão física, médico e psicológico) são de caráter eliminatório, segundo o edital.

A jornada é de 40 horas semanais e o salário é exatamente o mesmo do último concurso, 7.514,33 reais. Segundo o professor Gladstone Felippo, professor do Universo do Concurso, a remuneração é considerada umas das melhores nessa área policial. "Isso sem falar no status da carreira da área federal", complementa.

Dicas gerais de estudo

A disputa pelas vagas promete ser grande. A banca organizadora é o Cespe/UNB, uma das mais temidas pelos concurseiros. Na última seleção, foram 107.799 inscritos para 500 oportunidades - ou seja, mais de 215 candidatos por vaga.

"Quem vai fazer esse concurso deve se preparar com antecedência, pois os concorrentes são numerosos e bem preparados", afirma Karina Jaques, professora do curso online Agora Eu Passo.

"Como já é do conhecimento do candidato, são muitas disciplinas e é alto o nível de dificuldade das questões", diz ela. Segundo a professora, Direito Penal, Processual Penal e Legislação Especial são disciplinas que mais merecem atenção.

Mesmo assim, outras matérias como informática, contabilidade, raciocínio lógico e atualidades trazem questões bem elaboradas. "Deve-se estudar tudo: das disciplinas mais básicas até as mais difíceis", afirma a professora.

Prova física

Karina lembra que o candidato não pode negligenciar as exigências físicas da seleção. "O candidato precisa pegar o edital e levar a um preparador físico profissional para os treinos", diz a professora. Segundo ela, muitos candidatos são aprovados nas provas objetivas e reprovados no exame de aptidão física.

Gladstone Felippo, professor do Universo do Concurso, diz que a função da prova é avaliar a capacidade do candidato para suportar, física e organicamente, as exigências a que será submetido durante o Curso de Formação Profissional e na hora de desempenhar as tarefas típicas da profissão.

"É uma prova física bastante puxada, em que se cobram teste em barra fixa, impulsão horizontal, teste de natação e corrida de 12 minutos", afirma o professor.

Redação

Segundo Felippo, também é decisivo se preparar para a redação da prova - um aspecto negligenciado por muitos candidatos. "É necessário treinar constantemente até a véspera, pois a redação costuma reprovar muita gente", diz ele.

A prova discursiva (P2) valerá 13,00 pontos e consistirá na elaboração de texto dissertativo com, no máximo, 30 linhas, conforme o edital.

Economia

Segundo Rodrigo Janiques, coordenador do C3 Concursos, a disciplina de economia sofreu uma mudança brusca desde o último edital de 2012. Isso porque foram retirados conteúdos como políticas fiscais e monetárias e funções econômicas.

"Na avaliação atual, o foco da disciplina é a microeconomia, que será cobrada com seus fundamentos, aplicações e subdivisões", afirma Janiques. Segundo ele, o candidato deve priorizar questões como a teoria do consumidor, da firma e da produção e também pressupostos básicos microeconômicos como a hipótese coeteres paribus e o papel dos preços relativos.

Outra tendência, segundo ele, é a inclusão de gráficos como da determinação da curva da demanda e curvas de isocusto e de Engel.

Administração

Janiques diz que o conteúdo programático de administração para a prova da polícia federal é o mesmo da avaliação anterior. De acordo com o professor, foi mantida a lógica de cobrar subáreas da disciplina, dentro do mesmo conteúdo. "Podemos notar que administração pública, administração de pessoas, administração financeira e orçamentária e ética do servidor público serão cobradas no certame", afirma ele.

Outra dica do professor para quem vai estudar a disciplina é compreender que o conteúdo da disciplina é subdividido e generalista, ou seja, que o candidato não pode se restringir a um determinado conteúdo.

Processo Penal

Segundo Emerson Castelo Branco, professor do curso online Agora Eu Passo, o estudo da disciplina deve levar em consideração a banca elaboradora da prova, que será a Cespe/UnB. "O candidato deve estar atento, principalmente, para as alterações legislativas recentes e para a jurisprudência dos tribunais superiores", aconselha.

O professor afirma que os assuntos com maior incidência são inquérito policial, provas e prisões. Ele indica obras didáticas com jurisprudência atualizada e questões comentadas.

Raciocínio lógico matemático

Domingos Cereja, professor do Universo do Concurso, diz que a prova de RLM não sofreu mudanças. Ele sugere, porém, que o candidato fique atento às questões de lógica proposicional, pois são certas em todas as provas da banca organizadora - principalmente com as negações e equivalências de proposições, argumentos lógicos e identificações de proposições simples ou compostas.

Cereja também chama a atenção para questões de análise combinatória e probabilidade. "A prova do Cespe tem como característica o uso de textos longos, provocando certo temor no candidato. A melhor solução é transformar o texto em simbologias lógicas, facilitando, dessa forma, a visualização e o entendimento", aconselha.

Informática

Frank Mattos, professor do Universo do Concurso, sugere que o candidato estude as novidades e utilizações dos sistemas Windows 7 e 8.

De acordo com ele, nas últimas provas existe uma preferência ao Office 2010, mas é bom se adiantar e estudar o 2013, começando pelas novidades. "Já o BrOffice (LibreOffice), para quem não sabe nada é bom estudar, principalmente os botões e suas funcionalidades", aponta Mattos.

Ele destaca que há muitas questões sobre Windows Explorer, principalmente sobre Bibliotecas e o armazenamento padrão da lixeira no Windows 7. Já em segurança, são bastante abordadas as funções do antivírus, antispyware e firewall. "Alguns assuntos importantes também são rede de computadores, segurança da informação, nuvem, redes sociais e navegadores", completa ele.

 

Exame

Comentários